sexta-feira, agosto 12, 2016

Viver sem fronteiras...

Aqui estou eu a escrever novamente depois de 3 anos e alguns meses. Não era minha intenção, mas sim uma necessidade.
Passo por um período de depressão após o término de um relacionamento e, como o blog no início me ajudou a superar uma depressão, achei por bem voltar a escrever, mesmo sem saber se alguém ainda lê, lerá e, talvez, comentará sobre o que escrevo.

Bem.. para este retorno, escolhi, por fim, viver sem fronteiras, literalmente. Vou apresentar a vocês o EU real, a partir de agora, eu não serei mais o Kaka, serei eu, Adriano... Talvez possa perder um pouco do encanto, vai quebrar a imagem que alguns tinham de mim... mas acho melhor assim...

Me escondi por muito tempo... por medo, por covardia, por pensar mais nos outros do que em mim... Não há mais necessidade disto!



Este sou eu!!! Adriano, escorpiano de paixão, 37 anos, gay, solteiro... inseguro... lutando por uma boa auto-estima quase inalcançável... Enfim... essa é a primeira foto de rosto, totalmente visível, que publico no blog.

Um menino, apesar da idade madura, cheio de insegurança... de não se achar o bom pra nada, que se acha incapaz de conquistar o coração de alguém pra ter ao seu lado... que ainda teme a aceitação da família com relação à sua sexualidade... mas que, apesar de tudo isso, de todo o desânimo que por vezes se instaura, da incredulidade, não tem deixado de correr atrás de realizar seus sonhos, de ter um grande amor na sua vida e de um dia ser muito feliz.

Enfim... como eu disse, passo por um período ruim... onde parece que tudo está errado na minha vida... A minha vida não se difere muito do que eu escrevia há dez anos... não mesmo. A única diferença é que poucas coisas eu consigo trazer para a minha realidade, mas a maior parte ainda está no campo dos sonhos e desejos.

Um ótimo fim de semana.
Beijos

4 comentários:

Anderson Souza disse...

Kaká, não fica assim. Acabei de entrar no seu blog e ler um pouco do que você já escreveu. Eu já passei por uma situação como essa, de muitas vezes ficar perguntando qual meu "sentido" nessa vida. É uma fase bem difícil, mas vai passar. Uma hora você vai encontrar um bom motivo pra viver e uma pessoa que possa te fazer feliz.

Fica na paz, abraço.

Pedro disse...

Olá querido vê se não some!!!
Ah, antes que me esqueça, libera o botão seguir pois só assim receberei as suas atualizações!!!!
Abraço!

Ro Fers disse...

Sei muito bem como é pensar mais nos outros do que em mim mesmo...
Grande falha de minha parte!

Leo Natura disse...

Pois é. Mas você tinha que voltar a escrever mais aqui. A gente quase não se fala por aquele outro site que a gente frequenta (não dizer o nome aqui porque não sei de você quer), mas na época em que você escrevia aqui a gente tinha muito mais contato, né? Lá no outro site, eu sempre entrou correndo e saio voando.rs Acaba não dando tempo de falar com nenhum amigo lá.
Tenho saudades de conversar mais com você.
Bom, de qualquer forma, como a gente tá no final do ano, quero desejar a você um feliz 2017. Que seja melhor do que 2016. E que não nos falte saúde e resistência, que do resto a gente corre atrás.
Grande abraço!