domingo, dezembro 23, 2007

Explicações, observações, justificativas...


Olá pessoal!

Olha, eu agradeço muitíssimo a preocupação de todos vocês! É que eu esqueci de mencionar no post anterior que eu tomei os devidos cuidados, claro! Como, por exemplo, não mstrar o rosto!

E... sim, eu esperava um NÃO mesmo dele (S). Mas, eu acredito que cheguei num, digamos, estágio onde eu tive que atirar pedras para todos os lados!hehehe E acho que ele entendeu bem minhas intenções, né? rsrs Ele já veio falar comigo depois sobre um novo projeto que está desenvolvendo, pedir informações. Mas, está bem distante de mim! Sorry!

Sem mais, desejo um FELIZ NATAL a todos! Que o Papai Noel atenda o pedido de cada um, não só no natal, mas a cada dia da vida de vocês!

Deixo um texto pra refletirem! Pelo menos fez com que eu refletisse!


"A vida são deveres que trouxemos para fazer em casa.
Quando se vê, já são seis horas !
Quando se vê, já é sexta-feira .
Quando se vê, já é Natal ..
Quando se vê, já terminou o ano ...
Quando se vê, perdemos o amor da nossa vida ...
Quando se vê, passaram-se 50 anos !
Agora, é tarde demais para ser reprovado ..
Se me fosse dado, um dia, outra oportunidade, eu nem olhava o relógio.
Seguiria sempre em frente e iria jogando, pelo caminho, a casca dourada e inútil das horas .....
Seguraria o meu amor, que está há muito à minha frente, e diria eu te amo...
Dessa forma, eu digo: não deixe de fazer algo que gosta devido à falta de tempo.
Não deixe de ter alguém ao seu lado por puro medo de ser feliz.
A única falta que terá, será desse tempo que infelizmente... Não voltará mais."

Mário Quintana


Ah! E aqui está uma foto minha de presentinho pra quem pediu! hehe

domingo, dezembro 16, 2007

Bem, a resposta....

Hi! Hi!

kkkkk
Tem gente curiosa não só pra saber a resposta. kkk Também querem ver as fotos!!! hahahaha Vê se pode? rsrsrs Vou pensar no caso de postar algumas aqui, beleza? rs Quem sabe não vem uma de presente de natal! hehehe
Ah! E obrigado pelos elogios de corajoso! rs


Bom, como foi dito no post anterior eu queria fazer as fotos no meu local de trabalho que, no rescesso do dia 16 de novembro, pois apenas eu e mais um ou dois funcionários estariam trabalhando, porém no horário de almoço apenas eu estaria lá.
Então falei com o S. uns 10 dias antes e dei a ele uma semana de prazao pra pensar.
Durante este prazo ele não falou comigo. Apenas passava e me cumprimentava.
Nossa! Isso me deixou muito ansioso, receoso...Pensava que ele não queria mais a minha amizade... Este tempo não passava, se arrastava... Que semana difícil de passar!
Dado o prazo, eu estava praticamente decidido que não ia tocar no assunto com ele. Pois, ele que viesse me dizer se iria ou não fazer as fotos pra mim. Não queria nem vê-lo! rs
Até que no dia final do prazo me encontro com ele no refeitório. Ele cumprimentou-me, sem graça... Não tínhamos assunto. Ele estava tão sem graça, ou eu, não sei, que ele ascendeu um cigarro. Coisa que ele quase não faz no trabalho.
Bom... eu resolvi perguntar... tremendo e nervoso... disse: E ai decidiu?
A resposta... a resposta foi um monte de desculpas dizendo que tinha compromisso para o rescesso, mas que me emprestaria a máquina e que a máquina tinha o timer pra disparar sozinha (faz de conta que eu não sabia disso né?kkk)
Claro que tive que aceitar, pois senão daria na cara que eu queria mesmo era ele lá comigo... pra quem sabe...ele me vendo daquele jeito não se animaria e quisesse uma brincadeirinha, né? hehehe

Enfim... pequei a máquina e tirei as fotos!
E, sim, enviei ao gatinho! rs

Se rendeu? Fica pra próxima!




Hoje eu deixo a imagem do Museu Oscar Niemeyer de Curitiba-PR, obra de orgulho paranaense, vindo de um homem com tanta criatividade e que completou seus 100 anos ontém, 15 de dezembro! Parabéns Oscar!

Beijo!

domingo, dezembro 02, 2007

A Pequena Loucura

Estão curiosos pra saber a "pequena loucura"? rs
É o seguinte: Num desses e-mails ousados um carinha que acho ele mó gatinho enviou uma foto nú, porém a foto ia apenas até o abdomén. Como eu não sou curioso, pedi logo uma foto "completa" a ele! rs Então, ele me respondeu que só mostraria se eu mostrase o meu!
Pensamento: "Ai, e agora?? Ainda não entrei na era das máquinas digitais! Como é que vou fazer?"
Então, me veio uma idéia seguida de um ímpeto e coragem!
"Já sei! O S. tem câmera digital! Vou pedir a ele... pra tirar as fotos! hehehe"
"Quem sabe assim eu não mato dois coelhos com uma cajadada só?" rsrs
Depois de algum tempo planejando como chegar e falar com ele... lá fui eu!
- S. preciso falar com vc... em particular! Pode ser lá no anfiteatro? Acho que é mais tranquilo!
- Mas o que é?
- É... vc tem câmera digital, né?
- Tenho. Vc tá precisando?
- É, mas lá eu te falo, certo?
- Tá!
Fomos.
- Cara, eu tô precisando fazer umas fotos minhas, mas eu não posso tirar em casa porque minha mãe não pode saber. Eu pensei de fazer aqui, só que eu precisaria de um espelho pra tirar sozinho, o que não tem por aqui. Então precisaria que vc tirasse.
- Mas, pra que é essas fotos?
- Olha, primeiro eu quero te pedir o maior sigilo do mundo, estou falando com você porque confio em você.
- Não... tranquilo, pode ficar sossegado!
- Então, é que tem uma garota que conheci pela internet que quer ver e como não tenho câmera digital não tenho fotos... e essa garota já me mostrou tudo! Entende? Tudo mesmo!
- É pra internet?
- Eu vou passar por e-mail a ela!
- Não tem perigo?
- Não... ela é de confiança!
- Então, como eu dizia, ela já me mostrou tudo e agora quer me ver!
Ele olhou desconfiado
- Tem esse detalhe: as fotos tem de ser sem nada!
- Pelado?
- Ãhã!
- Cara, isso é perigoso!
- Não, não tem perigo nenhum! Ela é de confiança e eu pensei de fazer no rescesso, eu venho trabalhar e não vai ter quase ninguém aqui...
- Ah vou pensar depois te respondo!
- Beleza! Pensa e depois me fala.

Saimos.

A reposta fica pra depois! hehe

Beijo!

Atualização

Olá, amigos!

Agradeço a meus amigos pelos cumprimentos do aniversário nos comentários e aqueles que e enviaram e-mail! Vcs são amigos muito especiais para mim!

Hoje vou contar um pouco das coisas que vêm se passando comigo neste longo tempo de ausência.
Por onde começar??
Bom... superada a perca de meu avô, não sem muita saudade, claro mas, uma perca compreensível já que esta é a lei da vida e ele viveu muito mais que a média da maioria. Como a vida continua, nestes últimos tempos tenho trocados e e-mails muito interessantes, que tem me feito muito bem. E-mails de amizade, e-mails mais ousados, digamos assim... e e-mails de auto-ajuda!
E-mails de amizade que querem saber como estou, que me contam como estão e que respondem às minhas dúvidas de inexperiente no meio homossexual. rs
E-mails ousados com troca de fotos, as quais para eu conseguir foi preciso cometer uma "pequena loucura".
E-mails de auto-ajuda com uma psicologa que trabalha a Psicobiosofia... o que tem me ajudado a compreender melhor meus desejos e a me aceitar assim como sou!

São estes os motivos que fez com eu não fizesse aqui um texto de aniversário com lamentações e lamentações. Não estou dizendo aqui que está 100% resolvidos meus problemas, dúvidas, não-aceitação, culpa. Não! Há muito a ser trabalhado ainda. Mas, acredito que um problema de anos não se resolva mesmo de uma hora pra outra! Vai se trabalhando aos poucos, construindo-se uma nova forma de enxergar a vida, de reagir diante das imposições que a vida nos faz!

Quanto ao alfabeto de minha vida, que quando eu achei que estaria aumentando, ao mesmo tempo diminuiu. rs O M. simplesmente escafedeu-se da net. Sumiu sem deixar rastros. Deletou fotolog, orkut e não responde e-mail! Triste! Eu já estava me distanciando um pouco, não tinha o "retorno" desejado por parte dele e depois ele começou a namorar! E do nada sumiu!
O S. (japa) parece estar um pouco distante de mim, mas eu sei que foi pela "pequena loucura" que cometi... este final de semana parece já estar voltando ao normal!
O R. ...suspiro... este eu acho que sentia algo meio forte por ele, viu? Toda vez que me lembro dele eu suspiro fundo! AFF Bom... ele andou meio distante, não respondeu e-mails que enviei... Mas, se eu não posso tê-lo como gostaria, eu não vou desistir da sua amizade... na real, ele é meu único amigo que tenho. Por isso liguei para ele no novo emprego dele semana passada, sem ele esperar, ele me atendeu super bem, disse não ter respondido os e-mails por estar sem PC em casa e no emprego não tem como estar respondendo e-mails pessoal e que ficou muito feliz por eu ter ligado e tal.
As novas letras ainda não apresentarei, rs, vamos ver o andamento das coisas!

Bom... como já está muito extenso o texto, a "pequena loucura" fica pro próximo post! Ok? hehe

Será em breve! Não se preocupem! rs



E o gatinho do Leandro KLB venceu a dança no gelo, hein?
Parabéns a ele!

Beijo!

terça-feira, novembro 20, 2007

Mais um ano se passou

Olá Amigos!

Quase 40 dias sem post! Puxa! Sabe, acho que isto é tão prejudicial ao blog como a mim que fico desanimado de postar! Se vovcê posta frequentemente, parece que você é impulsionado a postar mais e mais. Mas, esse de vez em quando... Dá um desânimo!

Bom... mas, estou aqui, né? Estou aqui pra dizer que mais um ano da minha vida se passou. Dia 20/11 chegou e eu completo 29 anos!
Vinte e nove anos... Uma vida... Uma vida de mutio sofrimento, de poucas vitórias... mas, tenho boas recordações! Não foi como eu sonhei viver esses vinte e nove anos... só que são águas passadas... que não voltam e não tem como ser mudado! Porém, estou confiante de que vou mudar isto!
Há um mês atrás, eu planejava fazer este post cheio de lamentações! Mas, hoje está tudo diferente! Nestes 20/30 dias últimos tem acontecido coisas boas, que ficam pra serem contadas mais adiante!
Por isso, eu não posso dizer que passei mais um ano estagnado. Houve evolução! Pouca, mas houve!
Eu achei que com esta evolução que tive, com acontecimentos que vem acontecendo... eu estaria tenso, pesado, cheio de culpa! Mas, não! Estou me sentindo leve! E acho que isto é bom! Devagar eu chego onde quero!


Enfim... como é meu niver... foi feito um churras familiar, pra variar, em casa, no sábado. E mais uma vez surgiu o assunto "GAY". E uma coisa me deixou muito intrigado:
Estavam, além de mim, mais seis homens, dizem-se héteros, onde apenas UM, o mais lindo de todos, cunhado de meu irmão, disse que nunca foi cantado por um gay... Os outros cinco todos já foram! Como pode isto? E eu que sou gay, não sou afeminado, nunca fui cantado? Como eu gostaria de enteder certas coisas, viu?

Bom... já dei o ar da graça! Prometo que volto em breve! Não tenho tido como passar pelos blogs amigos, por isso peço desculpas, e estou planejando uma forma de resolver isto o mais rápido possível, ok?

Beijo a todos!

sexta-feira, outubro 12, 2007

Qual o Sentido da Vida?




Muitas vezes paro e fico a pensar: “Qual o sentido da vida?”
Há quem diga que o único sentido da vida é o AMOR. Não sei. Não acredito. Por que há tanto sofrimento por amor então? Não só o amor conjugal, não! Quantas mães sofrem por amor a seus filhos? Filhos que sofrem por amor a seus pais... Eu posso dizer que sofro por amor à minha família... vivo camuflando minha verdade para não vê-los sofrer. Mas, aí vem alguém e me diz: “Sofrer é questão de opção!”. Talvez.
Enfim, para mim, o único sentido da vida é a morte. Sim. Assim como é a única certeza que podemos ter em nossa vida. Nascemos, crescemos para quê? Para morrer! Tudo, tudo o que fazemos não mais que um adiamento da morte. Pensem: Comemos para não morrer; bebemos para não morrer; respiramos para não morrer... amamos, para não morrer! Ou melhor, comemos, bebemos, respiramos, amamos para adiar a morte. Sabemos que ela é certa, só não sabemos a hora que ela vai chegar e pegar-nos totalmente despreparados. Despreparados para deixar aqueles que mais amamos, aquilo que construímos e, também, aquilo que sonhamos viver e não tivemos oportunidade!
No sábado, 06 de outubro, perdi meu avô paterno. Sei que ele viveu tudo que tinha para viver. Morreu aos 91 anos de idade, com 15 netos, 14 bisnetos e 1 tataraneta! Isso me conforta. Lúcido, ativo apesar das limitações da idade... morava sozinho, passeava sozinho, visitava filhos, netos, mesmo distantes, tudo sozinho! Venceu um câncer de pele, casou-se duas vezes, viuvou duas vezes.
Eu adorava ouvir ele contar as histórias da família, de seus 15 irmãos, dos quais sabia idade e data de nascimento décor e salteado. Não precisava de agenda telefônica já que gravava na mente todos os números que lhe falassem, mesmo sendo semi-analfabeto!
Como eu tinha orgulho de dizer: “Meu avô tem 91 anos! Está mais forte que eu!” rs
Deixou muita saudade!

A morte de meu avô me fez pensar tudo o que escrevi acima. Mas, enquanto velávamos ele, presenciei uma situação muito triste, e que tenho muito medo de chegar a tal. Na capela ao lado à que meu avô estava, um senhor de 95 anos também era velado. Não seria tão triste, não fosse a meia dúzia de amigos que estavam a velá-lo junto a seu único filho. Era somente ele e o filho, também já de idade. A esposa falecida, o filho solteiro... Foi ao saber disto que todo este questionamento me veio à mente! Me coloquei naquela situação. Imaginei se eu enfrentasse a família, e fosse viver com o homem que eu amo... No caso da família não vir a aceitar a minha condição, chegaríamos à velhice sozinhos... e na hora da morte estaríamos sozinho também... com alguns poucos amigos! Não ter alguém para acompanhar seu féretro é muito triste! Para mim significa que você passou por aqui e não deixou nada de marcante, de significante, para que te acompanhassem em seu último trajeto terreno.


Certas coisas

Não existiria som se não houvesse o silêncio
Não haveria luz se não fosse a escuridão
A vida é mesmo assim
Dia e noite, não e sim
Cada voz que canta o amor
Não diz tudo que quer dizer
Tudo que cala
Fala mais alto ao coração
Silenciosamente
Eu te falo com paixão
Eu te amo calado
Como quem ouve uma sinfonia
De silêncio e de luz
Nós somos medo e desejo
Somos feitos de silêncio e som
Tem certas coisas que eu não sei dizer
E digo
(Lulu Santos)



Beijo!

quinta-feira, setembro 20, 2007

Viver não dói. Será?





**** Novo visual de Ricardo Tozzi. Cada vez mais lindo! ****

Olá!



Eu demoro... mas apareço! Rs



Essa falta de tempo acaba comigo e, principalmente, com minha "vida virtual". rs Nossa! Meu trabalho está bem mais apurado e corrido do que o ano passado! O cara que entrou no lugar do meu chefe até agora, só está... conhecendo tudo por aqui e não começou a me ajudar, o que pensei que ele faria, ou estaria começando a fazer, já que faz três meses que ele está aqui. Pelo menos uma coisa ele fez, mudou o ambiente de trabalho... ele é bem extrovertido, brinca, conversa. O ex-chefe... quando ele chegava ninguém mais abria a boca!



Bom... voltando a falar do "alfabeto da minha vida". rsrs Acho que foi em 26 de agosto, eu trabalhei como fiscal da prova do ENEM (Exame Nacional do Ensino Médio), e o R. também trabalhou. Quando eu estava virando a esquina da faculdade ele também virou... estacionamos juntos... ele estava com a esposa... desci do carro, esperei ele descer, nos cumprimentamos e entramos juntos, fazendo perguntas básicas, só pra ter assunto. Enfim.... enquanto estávamos aguardando para recebermos o material para aplicarmos a prova, eu estava conversando com um conhecido e pude perceber que ele me observava, mordendo os lábios... quando olhei ele abaixou a cabeça e foi para perto da esposa. Eu fico todo sem graça perto dele, não consigo nem puxar um papo... Mas, me deixa encucado a maneira como ele me olhou...Quando penso que esqueci dele, acontece de eu vê-lo! AFF Ninguém merece! rs



Quanto ao japa... continua as brincadeiras de sempre... que me consomem de desejo! Mas, acho que vai ficar por isso mesmo!



É isso! Sem mais para o momento, eu deixo pra vocês um texto que diz a pura verdade, o problema é conseguir não sofrer! É um pouquinho extenso, mas façam um esforçozinho e leiam! Vale a pena! rs



VIVER NÃO DÓI

Definitivo, como tudo o que é simples.
Nossa dor não advém das coisas vividas,
mas das coisas que foram sonhadas
e não se cumpriram.
Por que sofremos tanto por amor?

O certo seria a gente não sofrer,
apenas agradecer por termos conhecido
uma pessoa tão bacana,
que gerou em nós um sentimento intenso
e que nos fez companhia por um tempo razoável,
um tempo feliz.
Sofremos por quê?

Porque automaticamente esquecemos
o que foi desfrutado e passamos a sofrer
pelas nossas projeções irrealizadas,
por todas as cidades que gostaríamos
de ter conhecido ao lado do nosso amor
e não conhecemos,
por todos os filhos que
gostaríamos de ter tido juntos e não tivemos,
por todos os shows e livros e silêncios
que gostaríamos de ter compartilhado,
e não compartilhamos.
Por todos os beijos cancelados,
pela eternidade.

Sofremos não porque
nosso trabalho é desgastante e paga pouco,
mas por todas as horas livres
que deixamos de ter para ir ao cinema,
para conversar com um amigo,
para nadar, para namorar.

Sofremos não porque nossa mãe
é impaciente conosco,
mas por todos os momentos em que
poderíamos estar confidenciando a ela
nossas mais profundas angústias
se ela estivesse interessada
em nos compreender.

Sofremos não porque nosso time perdeu,
mas pela euforia sufocada.

Sofremos não porque envelhecemos,
mas porque o futuro está sendo
confiscado de nós,
impedindo assim que mil aventuras
nos aconteçam,
todas aquelas com as quais sonhamos e
nunca chegamos a experimentar.
Como aliviar a dor do que não foi vivido?
A resposta é simples como um verso:
Se iludindo menos e vivendo mais!!

A cada dia que vivo,
mais me convenço de que o
desperdício da vida
está no amor que não damos,
nas forças que não usamos,
na prudência egoísta que nada arrisca,
e que, esquivando-se do sofrimento,
perdemos também a felicidade..

A dor é inevitável.
O sofrimento é opcional.

(Carlos Drummond de Andrade)

Beijo!

domingo, agosto 19, 2007

Assunto: GAY

Se o assunto é gay, falamos de gay. rs Eu estou impressionado. Não sei se é que o assunto está em alta ou eu que comecei a prestar mais atenção. Mas, basta meio minuto de conversas para que o assunto seja convertido ao tema em questão. Isso mesmo: nós gays. Não sou muito adepto desta palavra (gay), mas faço uso por ser a expressão utilizada, a não ser quando a roda de conversa é formada por pessoas que estão habituadas a termos “científicos” (homossexual). Sim. O assunto está por toda parte. Não importa nível ou classe social, cultural ou o que quer que seja. Desde a festinha familiar, passando pelo trabalho e chegando aos eventos mais sociais. É claro que na maioria das vezes é de forma pejorativa, com chacotas.
Um certo dia, eu estava ouvindo a conversa de um médico com seu auxiliar de enfermagem onde ele dizia: “Quando eu morava em São Paulo, no apartamento de frente morava um casal gay. Num final de semana, estava saindo pra pegar um filme, encontrei eles no elevador, que me ficaram secando. Passei no posto para abastecer, fui à loja de conveniências encontro com outro casal gay. Chego na locadora, outro casal. Olha, São Paulo está perdido. Onde você vai, tem gay. No hospital XXX eu trabalho com muitos. Não tenho o que reclamar do trabalho deles, não. Trabalham muito melhor do que qualquer outra pessoa. O único problema é que se você dá uma atenção já vêm com brincadeiras sem graça!”
É pode até ser, mas acho que ninguém faz isso sem o cara dar mole, não é?
No trabalho, então, é um dos assuntos preferidos da galera. Cada um contando de um, dois, três que “viraram” gays. Outro dia enquanto tomava um café, escutei a conversa de um colega com uma colega: “E fulano, como está!” “Ah! Não tenho visto ele!” “É verdade que ele é gay?” “É!” “Mas, vocês brigaram?” “Não a amizade continua a mesma, pra mim tanto faz, não tenho nada a ver com a vida de ninguém!” “É pra mim também, se um amigo meu chegar pra mim e dizer que é gay, eu não tenho preconceito nenhum... o que ele faz ou deixa de fazer... é problema dele!” rs Sabemos que na prática não é bem assim. Eu confesso que tive vontade de chegar pra esse colega e dizer a ele: “É? Então... eu sou gay!” Gostaria de ver a reação dele. Apesar de este já ter feito uma brincadeira comigo num churrasco da empresa.... Mas, depois disso ele já casou e é pai.
Ainda no trabalho, escutei falando de um cliente da empresa que chegou perguntando pelo encarregado do setor de cobrança, todo efeminado, com cachecol bem extravagante... e tal. Ele assunto de piadas a toda hora! Mas, não precisa ser efeminado pra ser alvo de piadas. E o mais interessante dessa estória é que uma pessoa que adora fazer e contar piadas sobre homossexuais é casada com um cara que na sua adolescência “ficava” com um amigo nas dependências da empresa enquanto estava em construção, o qual escrevia cartas para esse amigo dizendo que só ele o satisfazia... é, como eu gostaria de ver a cara dela se soubesse disso! Que o pai de seus dois filhos, se portanto de machão hoje, já “brincou” muito de troca-troca! rs Soube disso por boca de terceiros, viu?
Em casa, quando passa na novela Paraíso Tropical o Rodrigo e o Tiago, meu cunhado falta enfartar! Xinga, esbraveja.... Eu nem olho na cara dele, porque senão...
Ontem mesmo, foi aniversário de minha mãe. Fizemos um churrasco na casa de meu irmão. Advinha qual foi o tema das piadas? Claro! Gays, troca-trocas.... e por aí vai.
Bom.... o problema disso tudo? É você ter que ouvir tudo isso e ficar calado, ou até participar das piadas para não dar bandeira! Isso é muito duro. Muito difícil!

Bem hoje começou a “Dança no Gelo”. Pra quem vocês estão torcendo? Eu, a princípio, estou torcendo para o Leandro (KLB). Por isso a foto dele. Particularmente, eu acho ele um gato! rs




É eu ressuscitei, anônimo! rsrs Desculpem a ausência! Prometo não ficar mais tanto tempo sem atualizar. Estava sem pique! rs
Ah! Tem um anônimo, que está me devendo uma história aí, lembra? Pode confiar, eu não vou te expor de forma alguma!

Beijo

domingo, agosto 12, 2007

Ser Pai




Ser pai é acima de tudo,
não esperar recompensas.
Mas ficar feliz caso e quando cheguem.
É saber fazer o necessário por cima e por dentro da incompreensão.
É aprender a tolerância com os demais e exercitar a dura intolerância (mas compreensão) com os próprios erros.
Ser pai é aprender errando, a hora de falar e de calar.
É contentar-se em ser reserva, coadjuvante, deixado para depois.
Mas jamais falar no momento preciso.
É ter a coragem de ir adiante,
tanto para a vida quanto para a morte.
É viver as fraquezas que depois corrigirá no filho,
fazendo-se forte em nome dele e de tudo o que terá de viver para compreender e enfrentar.
Ser pai é aprender a ser contestado mesmo quando no auge da lucidez.
É esperar.
É saber que experiência só adianta para quem a tem, e só se tem vivendo.
Portanto, é agüentar a dor de ver os filhos passarem pelos sofrimentos necessários, buscando protegê-los sem que percebam, para que consigam descobrir os próprios caminhos.
Ser pai é saber e calar.
Fazer e guardar.
Dizer e não insistir.
Falar e dizer.
Dosar e controlar-se.
Dirigir sem demonstrar.
É ver dor, sofrimento, vício, queda e tocaia, jamais transferindo aos filhos o que, a alma, lhe corrói.
Ser pai é ser bom sem ser fraco.
É jamais transferir aos filhos a quota de sua imperfeição, o seu lado fraco,
desvalido e órfão.
Ser pai é aprender a ser ultrapassado, mesmo lutando para se renovar.
É compreender sem demonstrar, e esperar o tempo de colher, ainda que não seja em vida.
Ser pai é aprender a sufocar a necessidade de afago e compreensão.
Mas ir às lágrimas quando chegam.
Ser pai é saber ir-se apagando à medida em que mais nítido se faz na personalidade do filho, sempre como influência, jamais como imposição.
É saber ser herói na infância, exemplo na juventude e amizade na idade adulta do filho.
É saber brincar e zangar-se.
É formar sem modelar, ajudar sem cobrar, ensinar sem o demonstrar, sofrer sem contagiar, amar sem receber.
Ser pai é saber receber raiva, incompreensão, antagonismo, atraso mental, inveja, projeção de sentimentos negativos, ódios passageiros, revolta, desilusão e a tudo responder com capacidade de prosseguir sem ofender; de insistir sem mediação, certeza, porto, balanço, arrimo, ponte, mão que abre a gaiola, amor que não prende, fundamento, enigma, pacificação.
Ser pai é atingir o máximo de angústia no máximo de silêncio.
O máximo de convivência no máximo de solidão.
É, enfim, colher a vitória exatamente quando percebe que o filho a quem ajudou a crescer já, dele, não necessita para viver.
É quem se anula na obra que realizou e sorri, sereno, por tudo haver feito para deixar de ser importante.


Um desafio tanto quanto um sonho do qual, talvez, terei de abrir mão!

Feliz DIA DOS PAIS!!

domingo, julho 08, 2007

Aparências...



Ontem, meu pensamento era um veleiro que oscilava de um lado para outro
com as ondas, e se movia ao sabor dos ventos de uma praia a outra.

E o veleiro de meu pensamento estava vazio de tudo. Só possuía sete vasos,
cheios com tinta de sete cores diferentes, tal como um arco-íris.

Um dia, enfadei-me de viajar pelos mares e decidi voltar com o veleiro vazio
do meu pensamento para a terra onde nascera.

E comecei a pintar meu veleiro com cores amarelas como o pôr do sol, e
verdes como o coração da primavera, e azuis como o teto do céu, e vermelhas
como o horizonte em chama; e desenhei sobre as velas e o timão formas
estranhas que atraem a vista e encantam a imaginação. Entrei então no porto da
minha terra, e o povo todo saiu ao meu encontro com aleluias e regozijos, e
conduziram-me à cidade ao som dos tambores das trombetas.

Fizeram tudo isso porque o exterior do meu veleiro era colorido e atraente,
mas ninguém entrou no interior do veleiro do meu pensamento. E ninguém
perguntou o que havia trazido do além-mar no meu veleiro.

Então disse comigo mesmo: "Enganei a todos, e com sete vasos de cores, iludi
seus olhos e sua imaginação".

Um ano depois, embarquei novamente no meu veleiro.

Visitei as ilhas do Oriente e lá recolhi a poeira do ouro, o marfim, o
zircônio e as esmeraldas, e todas as demais pedras preciosas. E fui às ilhas
do Norte e delas trouxe as sedas e os escudos mais aperfeiçoados, e todas as
variedades de armas.

Enchi o navio de meu pensamento de todas as coisas valiosas da terra e de
todas as curiosidades.

E voltei ao porto da minha terra, pensando:

"Agora, meu povo me glorificará com razão e me receberá com regozijo
merecido".

Mas, quando atingi o porto, ninguém saiu ao meu encontro, e percorri as ruas
da cidade, sem que ninguém me desse a menor atenção.
E falei nas praças públicas, enumerando os tesouros que havia trazido. Mas o
povo olhava-me com desprezo ou zombava de mim e passava. Voltei ao porto,
triste e perplexo. E quando vislumbrei meu navio, dei-me conta de uma coisa
de que não me apercebera nas ocupações de minha viagem. Gritei, dizendo:

"As ondas do mar apagaram a pintura das paredes do meu navio.
E os desenhos das velas murcharam sob o efeito do calor do sol e dos ventos
e da espuma do mar.
Reuni os tesouros do mundo num caixão flutuante e voltei a meu povo; e ele
me renegou, pois seus olhos só vêem as aparências"...

Gibran Khalil Gibran


Acredito que este texto conclui o que acontece na vida da maioria dos seres humanos e, principalmente, de nós homossexuais! Reflitam! E comentem!

Falando em aparências, temos que parabenizar a Rede Record e ao Márcio Garcia (a cada sábado mais gato, diga-se de passagem! rs) pelo quadro "As aparências enganam" do programa "O Melhor do Brasil", que é o melhor do Brasil não só de nome, né? O quadro tem uma importância muito grande, ao meu ver, quebrando a imagem de promiscuidade ligada ao homossexualismo! Mostrando que somos pessoas normais como qualquer outra. Só penso que ao mostrar o companheiro do homossexual, no final do quadro, deveria ser comentado alguma coisa sobre o (grande) preconceito enfretado por todos nós!

É isso!
Beijo!

PS. Rapha (queisso.zip.net) não consegui comentar no seu blog, ok?

terça-feira, junho 26, 2007

Mais dúvidas, mais dúvidas! hehe

Olá amigos!

Quanto tempo, não é? rs Pois, estou novamente com acúmulo de trabalho! O cara está no lugar do meu chefe mesmo, por enquanto! Está sentindo uma grande dificuldade! E eu tenho que estar acudindo ele, passando tudo como funciona e tal. Mas, ele é um cara bacana... parece ser mais respeitoso que o outro.
Além disso, passamos por uma auditoria na empresa a semana passada. Uma correria só! Nunca vi coisa igual. A gente deixa todos os relatórios prontos e eles pedem para que sejam impressos tudo novamente! AFF

Bom...tenho lutado pra não me apegar/apaixonar por ninguém... mas, esta luta tem sido em vão! O S. (japa) anda me tirando o sono! rs Durmo e acordo pensando nele! O problema é a forma como ele age comigo! Eu fico louco... sem entender... e o desejo de tê-lo só aumenta!
Pode até ser tudo ilusão da minha parte...
Segunda-Feira da semana passada, estava voltando da cantina, após o almoço, passei pelo relógio ponto e fui até o estacionamento colocar o carro na sombra, quando ele entrou com o dele no estacionamento! Meu coração já disparou! Fui, troquei o carro de lugar e voltei para pegar o carro da empresa para ir a um treinamento. Quando passei pelo relógio ponto novamente, ele estava na porta... sem camisa! Quase tive um troço... só nós dois ali... Eu disse: "Ué, que isso?" "Tem alguma coisa me espetando as costas!" "Hummmm"
Conversamos mais um pouco, disse que estava de saída e ao me despedir, apertei o mamilo dele, sem camisa! Nossa! Isso deve ser uma compulsão! Depois que faço isso, até começo a tremer! Nos despedimos e saí! Quando voltei, já eram 18:00 e iria trabalhar até mais tarde. Fui até a cantina novamente. Estava lá quando ele chegou. Abraçou a cozinheira e venho em minha direção. Como estava sentado... ele veio por trás e me abraçou! Eu fico todo sem jeito! Acho que fico vermelho, roxo, azul! rs

E agora? Ele tirou a camisa de propósito? Tinha alguma coisa lhe espetando mesmo? Abraçou a cozinheira disfarçando para me abraçar também, pois nunca tinha feito antes isso com ela?! Preciso de uma bola de cristal... me tornar paranormal ... alguma coisa desse tipo, viu? Ainda morro disso! Rsrsrs

E o belíssimo Rodrigo Hilbert ganhou, hein? Parabéns a ele!!!

Beijo! Comentem, por favor! Nem que seja pra dizer um “Oi”. rs

Saudade, muita saudade de estar aqui todos os dias! =/

sexta-feira, junho 15, 2007

Atualização...

Olá amigos!

Desculpem pela ausência, mas estive meio desanimado estes dias...inclusive para postar!

Não tenho muitas novidades pra contar, não! Mas... vamos aos acontecimentos desses dias!

Bom... segunda-feira começa um cara a trabalhar no lugar do meu chefe, em fase de experiência. Já deu uma melhorada só pelo fato de ser homem! hehe De rosto não é muito bonito, mas tem um corpo legal...e... uma mala! =oP
Fazer o que, né? É como todos dizem: "Tudo tem seu momento!" Vai ver este não era o momento pra eu assumir um cargo como este!

Na quarta, dia 6, consultei o meu psiquiatra. Ele conversou bastante comigo e me lembrou de uma coisa que eu já havia até esquecido. Ele me disse que eu não precisava esperar que meu chefe me indicasse para assumir o seu cargo, uma vez que o mesmo teve questões pessoais comigo. E, é verdade, eu quis me barrar desde o começo para que eu não conseguisse o meu emprego, implicava até com o tempo que eu tirava para um cafezinho, quando todos tem o direito de 15 minutos para tal.
Então ele me aconselhou a não ficar com raiva, magoado. Que é para eu aceitar bem o novo chefe, passar o meu conhecimento, para que ele me tenha como uma boa pessoa e que não tenhamos desentendimentos! E quem sabe, desta forma, nos tornamos amigos e um dia ele retribua a mim com algo melhor? Acho que o meu psiquiatra está certo... Vamos ver o que acontecerá a partir de segunda, né?

Mudando de assunto: Não sei se vai ser pra melhorar ou pra piorar as minhas dúvidas, questionamentos... mas, voltei para o coral da igreja, Acho que ainda não tinha comentado por aqui. Há três anos tinha desistino, não por querer, mas por questão de horário dos ensaios. Agora está se encaixando nos meus, pelo menos um dia na semana!

Mais um assunto: O S. (japa). Não sei, mas tem dias que durmo e acordo pensando nele! A cada dia me parece mais bonito, mas atraente! Paixão? Será? Eu venho lutando há tempos pra não me apaixonar. Não queria isso. Pois sei que não terei coragem de me declarar, expor... jamais! E vivo sofrendo calado, sozinho! E ainda por cima... ele é casado! Isso foi uma promessa feita por mim, desde que me percebi atraído por homens! Mas... agora... está difícil segurar!
Ontém, eu estava saindo do trabalho, por volta das 18:00 para lanchar, e passei na recepcionista pra conversar um pouco. Enquanto eu estava lá, ele chegou. Como sempre fazendo alguma brincadeira comigo. Falando que era eu que tinha feito algo de errado que aconteceu. (Nem me lembro o que era, pois fico fora de mim quando ele está por perto!) Como era mentira, ele começou a rir, passou por mim e "beliscou" meu mamilo, como da outra vez que contei. E foi para cumprimentar a recepcionista, porém enquanto fazia isto, ficou segurando minha mão! Conversamos um pouco. Ao sairmos, eu iria para um lado e ele para outro. Nos despedimos. Quando comecei a andar, ele colocou a mão nas minhas costas, e foi deslizando pelo meu braço até o momento que a distância não deixou mais! Isso me deixa... louco! Será que isso tudo é fantasia da minha cabeça? Será que isso acontece com os "caras normais"? Oh dúvida cruel!

Bom... mas vamos à pergunta do post: "Como vc percebe-se apaixonado?"

ATENÇÃO: Aguardo respontas, ok? rsrs

Gente, um ANÔNIMO, deixou um recado no antipenúltimo post dizendo que conhece o Carmo Dalla Vecchia, que ele gay, simpático e lindo! Pelo amor de Deus, anônimo, me conta esta história direito. Pode me enviar e-mail e sua identidade será mantida no mais absoluto sigilo! rs


Com vcs, Ricardo Tozzi, o homem que EU, particularmente, acho o mais lindo! rs



















E esta dele chorando porque acho lindo homem que chora de emoção! rs



Beijo!

segunda-feira, junho 04, 2007

Tempestade em copo d'água?

Olá amigos!

Como sinto falta de passar nos blogs de vocês e saber tudo o que está acontecendo com cada um de vocês! Mas, infelizmente não estou tendo oportunidade mesmo! Parece que a cada dia fica mais difícil. Depois de cortarem o acesso ao blogspot , msn no trabalho, cortaram as imagens dos fotologs e por último o blig (blog da IG). Estou possesso com isto. Mas, fazer o que, né? Sou um simples funcionário!

Eu sei que o tema está fugindo um pouco ao tema principal do blog, mas preciso me desabafar com alguém, ou em algum lugar... sobre as coisas que estão acontecendo comigo no trabalho.

Bom... parece que minha mãe estava certa. Ela dizia pra mim que eu estava fazendo tempestade em copo d’água. A princípio acho que foi mesmo. Hoje à noite, recebi a noticia de que a talzinha que substituiria meu chefe desistiu e já não foi hoje trabalhar! Agora, o que vai ser eu não sei! Só aguardando pra saber, né?

E hoje, eu recebi este texto de um amigo. Achei que coube certinho no que está acontecendo comigo no trabalho. Leiam a conclusão tirada do texto no final do mesmo.

O IDIOTA E A MOEDA

Conta-se que numa cidade do interior um grupo de pessoas se divertia com o idiota da aldeia.
Um pobre coitado, de pouca inteligência, vivia de pequenos biscoitos e esmolas.
Diariamente eles chamavam o idiota ao bar onde se reuniam e ofereciam a ele a escolha entre duas moedas:uma grande de 400 REIS e outra menor, de 2.000 REIS.
Ele sempre escolhia a maior e menos valiosa, o que era motivo de risos para todos.
Certo dia, um dos membros do grupo chamou-o e lhe perguntou se ainda não havia percebido que a moeda maior valia menos.
Eu sei, respondeu o tolo assim. "Ela vale cinco vezes menos, mas no dia que eu escolher a outra, a brincadeira acaba e não vou mais ganhar minha moeda.
Pode-se tirar várias conclusões dessa pequena narrativa.
A primeira: Quem parece idiota, nem sempre é.
A segunda: Quais eram os verdadeiros idiotas da história?
Terceira: Se você for ganancioso, acaba estragando sua fonte de renda.
Mas a conclusão mais interessante é:
A percepção de que podemos estar bem, mesmo quando os outros não têm uma boa opinião a nosso respeito.
Portanto, o que importa não é o que pensam de nós, mas sim, o que realmente somos.
"O maior prazer de um homem inteligente é bancar o idiota diante de um idiota que banca o inteligente".



Bom... vamos ao tema principal do blog, né? Claro! Ultimamente estou totalmente parado, neutro sobre a minha sexualidade. Mas, sentimentalmente, estou arrasado. Tenho sentido um vazio no peito... e comecei a prestar atenção, para ver realmente o que era esta sensação que me deprimi. Consegui observar, e me deparei com algo estranho. Esta sensação que sinto, é como se eu sentisse falta de algo que já tive e que me confortava. Mas que seria isso, que já tive e me confortava? Eu prestei mais atenção e... é como se eu recordasse de estar abraço por uma pessoa, ou melhor, um homem... num abraço aconchegante, confortante. O estranho? Eu nunca estive assim com ninguém... Estranho porque parece uma saudade... E tenho sentido constantemente isto!

Hoje vi o R., novamente me chamou pra ir à casa dele. Estou pensando de ir neste feriado, mas não vou sozinho, não... vou ver se alguma colega de trabalho vai comigo. Na hora que penso estar esquecendo dele, ele me aparece... com um sorriso, lindo, cabelo mais comprido... Enfim, lindo, lindo!


Rodrigo Hilbert está na final da dança dos famosos...
Aí estão mais fotos dele, pena que não achei o visual atual dele. Mas vale a pena, ele é lindo de qualquer jeito! rs







Beijos!

segunda-feira, maio 28, 2007

Uma peça não se encaixa...

Olá Amigos!

Bom... já passou a revolta! E tem uma peça que está faltando neste quebra cabeça!
A fulaninha, começou hoje... e eu tive mesmo a pedido do meu chefe que "ensinar" o serviço a ela. Não passei nem 5% do que tem que ser passado. Vou enrolar um pouco eu tive que me virar pra aprender muita coisa! Mas, conversando com ela ela me disse uma coisa que me deixou com um ponto de interrogação do tamanho do mundo. Ela não possui o registro no concelho regional da profissão!!! Como ela poderia assumir a chefia??? Escutei da boca dela isso, não foi ninguém que me contou, não! Estranho! Muito estranho! Será que disseram tudo aquilo pra me testar? Não sei! O jeito é esperar pra ver onde vai parar!


Amigos, muito obrigado pela força que vocês têm me dado!

E agora, pra quem vcs torcerm na próxima semi-final da Dança dos famosos?

Carmo Dalla Vecchia


ou

Rodrigo Hilbert



Um poema que gostei!

Mate-me!
De Roberta Martins

Mate-me! A tristeza me escapa vitoriosa.
Do que conheço do mundo já me basta.

Quisera ter o poder de sorver meus quinze anos,
Recuperar o que me foi roubado.

Alguém, que me lave o sangue pisado!
Minha voz se eterniza de solidão.

Resta-me esperar a morte lenta
Sugar para si o que ainda me sustenta.

Mate-me! Porque já morri
E aqui, ainda estou.

Beijo!

quinta-feira, maio 24, 2007

Revolta....

Olá amigos!



Estou revoltádissimo com a história no trabalho... hoje estou tão nervoso que sinto náuseas. Só eu sei o que estou passando... Eu deixei de estar em minha casa, de sair, de tantas coisas para dias e dias trabalhar até 14 horas... comendo marmina no almoço e janta, e agora chega uma engraçadinha lá... pega tudo pronto, sem saber o trabalho que deu para eu aprender e por tudo para funcionar, e ainda ter que ensiná-la agora... é revoltante, sim!

Minha mãe acha que ainda não era o momento certo de eu assumir... às vezes concordo, porque ser chefe não é só ganhar bem... sempre tem bombas para serem resolvidas. Como sou muito tímido, às vezes penso que não teria punho pra tal! Não sei... estou confuso, nervoso e triste! Estaria tudo bem, se a pessoa que assumisse fosse alguém com anos de experiência e com grande conhecimento, que viesse pra me ensinar e não eu ensiná-la. Essa "garota" que vai começar na próxima segunda terminou a faculdade ano passado... Nem sei se já trabalho na área... Eu com cinco anos de formado, terminando pós, três de experiência na casa... Agora eu posso entender o que o R. sempre me dizia... "Aqui não há reconhecimento! Ninguém é reconhecido!"

Mas, quero deixar nas mãos de Deus! Se é que Ele ainda zela por mim... vai dar uma solução... nem que seja dentro de mim, para aceitar isto como o melhor a ser feito!

Se não fosse meu tratamento de saúde eu pediria demissão... partiria em procura de algo melhor... porque eu sei que posso! Já recebi proposta para ser consultor de sistemas de informação... o que me impede é a impossibilidade de viajar!

Como eu gostaria de ter uma chance e mudar totalmente minha vida... se eu pudesse nascer novamente... faria tudo diferente, seria outra pessoa!

Desculpem... mas estou péssimo hoje! Foi só um deasabafo! Sinto falta de ter alguém por perto pra poder desabafar... Hoje, senti muita vontade de ligar para o R. e ver se ele poderia conversar... não tive coragem... Por isso estou desabafando aqui, o virtual ajuda... e muito!

Obrigado a todos vcs!

PS. Gostaria de pedir um favorzinho a vcs: Verifiquem a lista de links, aí ao lado, e se o blog de algum de vocês não estiver linkado, dá um toque pra mim... são muitos e às vezes eu acabei deixando passar algum sem linkar!
Agradeço ao Oceanmar por ter me linkado, assim que eu estiver um pouco melhor volto pra linkar os demais, ok?

Beijo!

terça-feira, maio 22, 2007

Finanças... trabalho... E muito nervoso!

Olá amigos! Como vcs estão?

Post enorme! Mas, fazem uma forcinha... leiam e comentem! Isso me ajuda tanto! rs

Eu estou bem, tirando a saudade que estou de todos vcs! Me acostumando com menos acesso à net. Por um lado foi bom, me fez por disciplina em mim! rsrs

Bom... ontém eu tive outro aborrecimento com minha mãe. Aqui em casa nós, ao recebermos nossos salários, juntamos tudo, tiramos as necessidade de prioridade maior, um ajudando o outro e assim por diante. Minha mãe é que controla tudo, pois recebe mais que todos, eu fico em segundo lugar e depois minha irmã. Enfim, isso acaba criando uma dependência ainda maior. Mas, o que aconteceu foi que eu dei uma indireta perguntando quanto custaria um xampú anticaspa. Minha mãe veio logo dizendo que não era necessário e ensinando uma receita casiera. Caramba! Se eu trabalho, sou o que menos gasto (pois sou homem, e sou econômico, sim!) Ás vezes passo ano sem comprar roupas. Pois tenho muitas, e tenho muito cuidado com minhas roupas. Ao contrário de minha irmã que tem que comprar todos os meses, fazer unha toda semana. E quando eu peço um xampú que dura mais de mês reclmam? Não dá! Tenho que achar um jeito de mudar isso! Urgentemente! Não gosto muito de tocar neste assunto, sinto me envergonhado. Mas precisava desabafar!

Quanto ao S., cada dia parece que sinto algo mais forte por ele. Estou fazendo uma força enorme pra não me apaixonar e ficar aí sofrendo por algo que não poderei ter!
Mas, que ele provoca, provoca! rs Ele usa a camisa por fora da calça. E a calça abaixo da cintura. E toda vez que converso com ele, parece que ele faz questão de levantar os braços pra que a camisa suba e me mostrar o abdômen. Que é bem definido, por sinal! Sabe aquele "V" que forma o abdômen e vai até á virilha, então ele tem o abdômen assim! Eu fico louco quando vejo aquilo! Aiai

Mudando de assunto, de novo! rs Estou muito nervoso e preocupado com o umas coisas que andam acontencendo no serviço. Meu chefe já disse que se desligará da empresa em junho. Sou eu e ele apenas no setor. Eu estava animado, esperando que poderia surgir uma oportunidade de promoção pra mim. Apesar de que o conhecimento pra assumiri o cargo de chefe do setor tem de ser amplo, sem falar na responsabilidade. O que me preocupa um pouco. Porém, na semana passada meu chefe começou a fazer umas entrevistas com profissionais recém formados, dizendo que seria para me auxiliar no serviço, uma vez que este está em atrase e acumulado para mim executar sozinho. Só que ele deixou escapar que está fazendo esta entrevista, vai ver o desempenho dessa pessoa em vinte dias e dependendo será o substituto dele. Ah! Aí eu fiquei nervoso. Mas, não consigo falar nada! Vou observar o que vai acontecer. Se acontecer isso, de o novo funcionário assumir a chefia. Eu peço demissão. Eu já tenho que estar ensinando como se usa o novo sistema para o chefe atual, eu faço todo o serviço ele apenas confere e assina. Agora vem um engraçadinho, pega tudo pronto na mão! E eu, além de ter que ensinar todo o trabalho a ainda continuo em segundo lugar! Não... posso ter cara de otário, mas essa eu não engulo! Sem querer me engrandecer... Mas, ele não fazem nada sem mim na empresa! Se eu me demitir vão ter que pagar a empresa de informática para passar todo o funcionamento do sistema novamente! Aí ele vão dar valor ao que tem! Não é?

Bom.... aqui está o desafio que me foi proposto pelo Altman (Meu Mundo Alternativo)! Espero que tenha conseguido superar o desafio! hehe


Se eu fosse. . .
Se eu fosse uma hora do dia, seria a 00:00 hrs

Se eu fosse um astro, seria o Keannu Reeves, seguindo a mesma linha do
Altman, não me imagino sendo Plutão ou Júpiter! hehe

Se eu fosse uma direção, seria a direção Sul, afinal estou sem norte! kk

Se eu fosse um móvel, seria um criado-mudo

Se eu fosse um líquido, seria água (AHHHHH)

Se eu fosse um pecado, seria a melancolia

Se eu fosse uma pedra, seria água-marinha

Se eu fosse uma árvore, seria Paineira

Se eu fosse um fruto, seria um morango.

Se eu fosse um clima, seria subtropical

Se eu fosse uma flor, seria o Crisântemo

Se eu fosse um instrumento musical, seria um piano (Amo tocar!)

Se eu fosse um elemento, seria a água.

Se eu fosse uma cor, seria o branco.

Se eu fosse um animal, seria um escorpião

Se eu fosse um som, o som da correnteza de um rio

Se eu fosse uma música, My love (Julio Iglresias e Stevie Wonder)

Se eu fosse um estilo musical, seria clássico

Se eu fosse um sentimento, seria esperança

Se eu fosse um livro, seria um drama (constante)

Se eu fosse uma comida, seria medalhão de frango com baicon (HUMMMM)

Se eu fosse um lugar, seria o Rio Grande do Sul (Acho lindo este estado e
sua cultura)

Se eu fosse um gosto, seria o doce

Se eu fosse um cheiro, seria qualquer perfume masculino =) (Amoooo!)

Se eu fosse uma palavra, seria amor

Se eu fosse um verbo, ser

Se eu fosse um objeto, seria um relógio

Se eu fosse uma peça de roupa, um paletó de couro

Se eu fosse uma parte do corpo, seria os olhos

Se eu fosse uma expressão facial, seria de alívio

Se eu fosse um personagem de HQ, seria o Cebolinha. (Eu não disse isso, né?
Kkkkk)

Se eu fosse um filme, Regras da Vida

Se eu fosse uma forma, um quadrado

Se eu fosse um número, seria 3

Se eu fosse uma estação, outono

Se eu fosse uma frase, seria "Não basta ter agido bem ontem, necessário é
fazê-lo melhor hoje e muito melhor, amanhã".


Como tenho que passar a bola pra mais quatro, aqui vai:

Boy Soccer
Dan Marine
Carioca
Jovem Aventureiro

Como não tenho acompanhado os blogs, às vezes alguém já tenha feito! Nesse caso, não faz mal. E também não são obrigados. Mas, é bacana! rs

Agora quero parabenizar o Carmo, né? Ele está em primeiro lugar na Dança dos Famosos! E cada dia mais lindo! hehe











Beijo!

domingo, maio 13, 2007

Shows, baladas, recordações... carência!

Olá amigos!

Vcs não sabem a falta que estou sentindo do contato que tinha antes com vcs, que era praticamente diário, né?
Eu preciso agradecer a todos vcs, pela força que me dão pelos comentários! Isso me ajuda muito! Muito mesmo!
E mais uma vez dizer que assim que dá, eu dou uma passadinha nos blogs de vcs! Nem que eu não leia tudo! Mas deixo um "oi"! Ok?

Eu preciso tb dizer aqui no blog, que o Victor não me deve desculpas, né? Afinal, a falha foi toda minha em ter deixado o celular em casa! Eu deveria no mínimo ter pensado que ele poderia responder a mensagem que eu tinha enviado...Mas, tudo já passou... foi só aquela pergunta que ela fez e o assunto se encerrou ali! Claro que eu tive que me afastar da net, usar menos celular e tal! Mas... tá tudo bem até agora! rs

Como disseram nos comentários, eu deveria, sim, brigar mais pelo meus espaço, porém não sei como fazer isso sem ferir sentimentos. Toda forma que eu penso de fazer acho que magoará minha família! Mas, estou vendo a hora que eu vou ter que dizer a eles que eu quero ter a minha vida... Ainda chego lá! rs

Aiai.. são tantas coisas pra falar... e pouco tempo pra escrever! rs
Bom... são 02:15 da matina... faz pouco tempo que cheguei de um show de uma cidade vizinha à minha. Estava ótimo o show, apesar de eu não gostar muito de música sertaneja, só algumas... mas, pra fazer companhia pra minha irmã e o cunhado resolvi ir. Pena que terminou com um tiroteio e dois feridos! AFF Não se tem mais tranquilidade neste país! Se aqui no Paraná já está assim... fico imaginando em estados mais populosos como São Paulo e Rio! Uma pena!
Então... eu vou nesses shows, baladas... o que não é sempre, tá? rs... mas, não consigo me divertir. Claro, tem muito gatinho pra gente ver, só que a maioria das vezes estão com namoradas! Agora quando estou só rapazes eu olho mesmo! hehe Mas, não resolve o meu problema, né? Eu quero um só pra mim! Que preste atenção em mim, que esteja junto de mim! Só isso! rs Como eu estava dizendo, eu vou nos shows assim, mas escutando aquelas músicas que na sua maioria falam do amor, eu começo a pensar nas minhas paixões antigas... nas atuais... nas paqueras pela net que nunca dão em nada! Estou cansando... vendo a idade chegar, a vida passar e eu parado, estagnado! Lembro da primeira balada que fui, junto com meus primos e meus irmãos. Meus primos trouxeram uns amigos tb e todos passaram a noite em casa. Um desses amigos dos meus primos, na balada, ficou de frente pra mim, cerca de um metro longe... e não tirava os olhos de mim, eu ficava todo sem jeito! Ah! se naquela época eu fosse um pouco mais esperto! Está muito difícil suportar essa "carência"!

Pra vcs terem uma idéia de como estou carente... parece que eu desejo cada homem que passa por mim pela rua! Tenho até medo!
Fico criando ilusões, fantasias... Como por exemplo: No último dia meu de trabalho antes das férias, estava saíndo pra tomar um lanche por volta das 19:00 hrs, e dou de encontro com o S. (o japa gostoso!rs). Ele simplesmente me abraçou sem eu esperar! Com os dois braços!
E perguntou: Agora que vc está indo lanchar? (Meu horário era às 18:00)
Respondi: É... estou meio atrasado hoje! rs
E falou mais algumas coisas que devido à surpresa do abraço não consigo me lembrar até agora. Sem contar que enquanto conversávamos ele segurava minha mão! E isso tudo na frente de mais seis funcionárias!
Eu não sei como segui andando até à cantina! Sinceramente não sei! rs Nossa! Foi muito bom aquele abraço, sentir o perfume dele! Eu faltei pouco pra lascar um beijo no pescoço dele! kkkk Ele é uns 15cm mais alto que eu!
Tá... depois de vinte dias de férias, retornei ao trabalho. Louco pra vê-lo!
Neste dia ele passou pela minha sala e abanou a mão, apenas! Dois dias depois, estou chegando no trabalho e ele está de costas na porta de uma sala. Eu pensei: "É agora que vou tirar mais uma casquinha, vou passar a mão na bunda dele de novo. Não tem ninguém por perto mesmo!" rs Quando acabei de pensar ele se vira. Me vê. Abre o sorriso mais lindo e diz: Vc estava de férias? Eu senti sua falta, fui lá perguntar, daí que me disseram que vc estava de férias!
Eu: É... eu precisava descansar um pouco! Tirei vinte dias!
Ele: Está com a pele do rosto ressecada, descascando?
Eu: É... minha pele às vezes faz isso, é muito seca! (Explicando: era pouca coisa, entre as sobrancelhas, mas ele viu!)
Ele me acompanhou até minha a sala conversando sobre um curso que ele está fazendo.
Então... dá ou não pra ilusionar, pensar alguma coisa? Só pra recordar: o S. é casado tem um filho e a mulher está esperando outro. Infelizmente! rs

Bom... me extendi muito! Descupem!
Beijo! E mais uma vez obrigado pela força! Adoro vcs! Sinto muito em não corresponder a essa atenção! Um dia eu ainda consigo viver a vida que espero!

Reformulando o post:
Caramba! Esqueci da mensagem às mães, que podem pegar no nosso pé, podem fazer de tudo que NÓS achamos chato, mas com certeza é sempre pensando no nosso bem, mesmo sendo o bem que elas esperam!

MÃE
Mãe... São três letras apenas

As desse nome bendito:
Também o Céu tem três letras...
E nelas cabe o infinito.

Para louvar nossa mãe,
Todo o bem que se disse
Nunca há de ser tão grande
Como o bem que ela nos quer...

Palavra tão pequenina,
Bem sabem os lábios meus
Que és do tamanho do Céu
E apenas menor que Deus!
(Mário Quintana)

domingo, maio 06, 2007

O Coisinha difícil essa privacidade, hein?

Olá amigos!

Pois é... estou vivo! Apesar de estar sentindo muita falta de vcs! E depois de ver que parte da minha vida pode não ter mais tanta vida assim! rs Calma! Não aconteceu nada de trágico! Mas...quase! A parte da minha vida que estou falando é a virtual! Como foi dito no post anterior na empresa não terei mais acesso a tudo o que estava acostumado, principalmente ao blog! Em casa a perseguição da família, pois até meu irmão que é casado e não mora mais conosco, se chega em casa e estou na net... vem logo perguntar o que eu estou vendo/fazendo. Privacidade ZERO! rs Então... pra piorar esta situação, sábado passado entre no msn, já tarde da noite, esperando encontrar alguém para conversar. Infelizmente não achei ninguém. Mas... recebi uma msg enguanto estava off de um amigo que fiz através do blog...tinha apenas um emotion dizendo que estava triste. Como sempre me preocupo com meus amigos e, principalmente com este que é muito especial, resolvi enviar uma mensagem no celular perguntando o que estava acontecendo que tinha ficado preocupado com aquela "carinha" triste no msn. Enviei esta msg à 00:30H. Quando acabei de enviar pensei em apagar a mensagem, mas resolvi deixar para depois. Bom... no outro dia fui à clinica onde faço o tratamento de saúde, e, deixei o celular em casa. Maldita hora que eu não apaguei a mensagem e maldita hora que eu não peguei o celular para levar!!!
Quando retorno para casa... minha mãe pergunta: Pra quem vc enviou mensagem do celular à meia-noite e meia?
- Eu??? (gelado e começando a tremer)
- É... eu precisei usar seu celular porque o meu está sem créditos e tinha uma mensagem, como não sei mexer direito pedi pra sua irmã ver, e uma pessoa te mandava beijos!? E vc enviou uma pra essa pessoa, pois ela estava respondendo!
- ... (sem palavras, não sei como consegui responder) é... é... a Viviane... uma moça que conheci no meu orkut! (Pensando: só me falta ela pedir pra ver a foto... não tem nenhuma Viviane no meu orkut! Ai meu Deus! Se bem que na mensagem falava msn)
Ufa! Minha sorte é que na agenda tinha posto apenas a sílaba inicial. Porque se fosse o nome completo, como iria explicar um amigO me mandando beijos e me chamando de anjo? Ainda bem que ela acreditou e não fez mais perguntas até agora!
Com isso... eu tive que evitar ainda mais estar na net... vai que de repente me vê na net e começa um interrogatório sem fim?

Mudando de assunto...
Minhas férias acabaram!!! Nesta segunda-feira retorno. E já sei que vou encontrar uma montanha de coisas pra fazer. Fiquei sabendo que meu chefe, que deveria dar continuidade ao trabalho, não fez naaadaaaa!
Por falar em fazer nada... nas minhas férias, não fiz nada do que gostaria de ter feito! Isso mesmo! Nada! Descansei, carregando pedras! Fiz algumas visitas que deveria fazer... mas ninguém especial! Monografia? humpf só está pronto parte do capítulo de introdução! Tive que dar uma mão à minha mãe em um novo empreendimento que ela está começando! Essas férias passarm que eu nem vi! Pelo menos dormi mais que o de costume! rs

Amigos, eu agradeço imensamente a preocupação e a força de vcs! Sinto muitíssimo não estar passando nos blogs de cada um! Prometo que assim que puder, passarei nem que seja pra deixar um "oi"! Ok? Amanhã estarei respondendo e-mails, viu Sr. Jovemaventureiro! rs

Como não posto fotos há muito tempo, deixo pra vcs Carmo Dalla Vechia! Eu acho ele um gato! Dançando, então! Nem se fala! Torço pra ele vencer esta Dança dos Famosos! E a cor dele?! Nossa! Demais!















O que vcs fariam ao se depararem com tudo isso dentro do ônibus? hehe

Espero postar pelo menos uma vez por semana!
Beijo a todos! Obrigado e mais uma vez descupem por eu não passar pelo blog de vcs!

segunda-feira, abril 23, 2007

"I'm Back!" (segundo Carioca) rs

Olá amigos!

Que saudade sinto de vcs! Nem imaginam! Muuuuiiiitaaaa saudade!

Estou bem! Estou de férias! Mas, sem muito o que contar! Sorry!

Passando apenas pra explicar meu sumiço... que não foi por conta das férias.
Bom... sumi porque, no serviço, cortaram tudo, mas tudo mesmo! Imagina: msn, orkut, hotmail e... blogspot! AFF Que raiva! Mas, tudo bem! Eu tenho em casa! haha Chego em casa, vou pra net, sempre tarde da noite. Explico, seus mentes sujas! rsrs É por que tenho que esperar minha mãe dormir, né? Como vou ler os blogs dos amigos, quando muitos tem fotos reveladoras? Pois, então... pra piorar a situação minha mãe me pega vendo o fotolog do M. Claro, lá não tem fotos "indecentes" (no modo de ver dela). Porém, começa toda uma entrevista: Meu filho, o que vc faz tanto na internet? Por que fica até tão tarde? O que era aquilo que vc estava vendo, uma tela cheia de gente?
Ah! Não dá! Eu sei que muitos vão me falar: E a sua privacidade? Pois é... acho que eu não soube impor isso pra mim. Embora meu computador fique em meu quarto, como não tenho costume de fechar a porta... é muito complicado! E se eu mudar os hábitos agora, nessa altura da vida, com 28 anos... Vai dar mais o que falar, não acham?
Tá. Depois desses problemas todos, meu PC dá pau... é infectado por um vírus, que coloca uma senha de usuário e a gente não consegue fazer nada! Resultado: tive que formatar... sorte que minhas músicas consegui salvar! hehe E as fotos da sobrinha tb! rsrs Enfim, mais uma semana sem micro! Fazer o quê?

Agradeço os comentários da páscoa... comi MOOOOIIIIIITOOOOO chocolate! hehehe
Não sei bem se vai seu uma volta, mas... devagarinho eu passo nos blogs de vcs, ok?
Mas, isso tb teve seu lado positivo: Serviu pra mostrar que não estou tão viciado em net como eu pensava! Foram 17 dias! rs

Beijo!

sexta-feira, abril 06, 2007

Páscoa é...



Olá amigos!

Quanta gente nova por aqui! Que bom! Sejam bem vindos e voltem sempre! Claro, lembrando sempre de deixar nem que seja um "Oi"! rs

Olha, como disseram nos comentários, eu desconfio também que esse amigo já era e agora conseguiu assumir pra si, né? Coisa que eu não tenho conseguido! Feliz dele, né? rs Obrigado pelos comentários!

Esse fim de semana acho que descanso um pouquinho, trabalho árduo durante a semana e depois... tchan-tchan-tchan FÉRIAS! eba! Torçam por mim, aí! Pra que tudo corra bem durante a semana pra que realmente eu tire férias! rs Se bem que, estive pensando hoje: não sei o que fazer nessas férias. Pois, é meio do ano, apenas eu de férias... e odeio ficar em casa. Até minha mãe comentou isso, hoje, vendo minha inquietação de estar em casa neste feriado! AFF rs Vamos ver como será, né?



Páscoa é...


Páscoa é ser capaz de mudar,
É partilhar a vida na esperança,
É lutar para vencer toda sorte de sofrimento.

Páscoa é dizer sim ao amor e à vida,
É investir na fraternidade,
É lutar por um mundo melhor,
É vivenciar a solidariedade.

Páscoa é ajudar mais gente a ser gente,
É viver em constante libertação,
É crer na vida que vencer à morte.

Páscoa é renascimento, é recomeço,
É uma nova chance pra gente melhorar
As coisas que não gostamos em nós.

Para sermos mais felizes por conhecermos
A nós mesmos mais um pouquinho e vermos
Que hoje somos melhores do que fomos ontem.

Feliz Páscoa!!!



Beijo a todos! Lambuzem-se de chocolate! E que realmente consigamos renascer, recomeçar a cada dia e sermos sempre melhores do que fomos ontém!

quarta-feira, abril 04, 2007

Curiosidade?

Olá amigos!

Hoje o post ficou realmente extenso! rs Desculpem!

Primeiramente, gostaria de agradecer aos comentários que sempre me dão muita força! Agradeço, principalmente, aos que comentaram pela primeira vez!

Eu sou muito fechado, um cara que sempre guarda qualquer sentimento pra si. Prova disso é a questão da minha sexualidade, pois com mais de 15 anos que descobri esse sentimento em mim (atração por homens), apenas meu psiquiatra e a ex-psicóloga que me conhecem pessoalmente sabem disso.
E aqui não tem sido diferente, embora o objetivo do blog seja para servir como um canal de desabafo, de expressão do meus sentimentos e de troca de idéias... eu não gosto de estar "propagando" sentimentos negativos... porque a solidão, a tristeza são sentimentos negativos. Mas, infelizmente, é assim que estou neste momento. Como eu disse no post anterior, eu sei que isto está sendo causado por causa do excesso de trabalho... e acreditem, as férias foram adiadas mais uma vez. Agora é para o dia dezesseis de abril... espero que dê certo! Até o setor de pessoal disse que vai me dar férias compulsória! rs Ou seja, tem que tirar na marra! rs

Bom... mas hoje eu vim pra falar de um acontecimento que eu fiquei sabendo este fim de semana. Logo que iniciei o blog, conheci um cara, novinho, 18-19 anos. Ele deixou o msn e eu adicionei no meu. Certo dia encontrei ele on-line. E comecei a teclar com ele. De cara já perguntei se ele tinha os mesmos sentimentos dos quais eu citava no blog, as mesmas dúvidas. Ele respondeu que não... que ele era hétero, tinha namorada, mas gostava de ler, estudante de medicina, e por isso lia o que eu escrevia. Disse também que não tinha preconceito nenhum, que tinha amigos gays e se dava muito bem com eles. Além disso me deu uma força muito grande na questão da religião. Disse que eu não deveria me condenar por isso, que Deus não me julgaria pela minha sexualidade. Disse ter uma vida bastante religiosa, que havia grupo de oração na residência dele e que pediria orações para minha saúde. Muito legal e muito 'cabeça' ele.
Trocamos diversos e-mails, teclamos por diversas vezes. Um dia ele me disse que tinha terminado com a namorada, pois ela era muito ciumenta. Depois ela estava querendo voltar com ele, mas ele não queria mais. Até que um dia, ele me contou que foi numa balada, se excedeu no álcool e no horário, por isso foi um grupo de amigos dormir na casa de um desse grupo. E lá, rolou um beijo. Um beijo entre ele e um colega que ele desconfiava ser gay. Já fiquei abismado. Até disse a ele que isso só não acontecia comigo (claro! eu não saio de baladas, não bebo...como aconteceria, né? rs) Tá. Fiz muitas perguntas a ele, e sempre culpou o álcool. Por essa falta de tempo, fiquei muito tempo sem falar com ele. Quando foi este fim de semana entrei um pouco no msn, ele estava on-line. Depois dos cumprimentos, iniciamos uma conversa.
- E aí, ficou com mais algum cara? - perguntei.
- Nããooo... tô namorando! rs - respondeu.
- Voltou com a antiga namorada?
- kkkk Não é outro mesmo.
- Vc quer dizer outra, né? rs Vc escreveu outrO.
- KKKK Não, é outro mesmo! kkkkk
- Não acredito! Me conta isto direito!
- Fiquei com ele umas tres semanas e começamos a namorar semana passada.
- Ficou como?
- Ficar de ficar mesmo, nos conhecemos numa festa e fiquei com ele ... depois ficamos mais algumas vezes.
- Mas, ficou como? beijo?
- É no primeiro dia foi só beijo mesmo... transar foi só a semana passada!
- E... como foi?
- Amigo, foi muito bom! Muito bom mesmo! Pra nós dois!
- Mas, rolou de tudo?
- Sim!
- Vc atuou como passivo? (Pergunta descancarada, hein?) Desculpa, tenho vergonha de perguntarisso, amigo, mas fiquei muito curioso.
- Sem pudores com vc! Atuei sim... ele tb! Somos "ecléticos"! kkkkkk
- Mas vc havia me dito, quando conversamos pela primeira vez, que era hétero, que não sentia os mesmo sentimentos que eu relato no blog?!
- Eu sei... eu tinha curiosidade, então experimentei e gostei!
- E a questão da religião como fica pra vc agora?
- Não muda nada, amigo. Deus quer que eu seja feliz!
.....

Por que eu estou relatando isto? Bom... eu sempre me questiono isto: Não que todos homens sejam gay, mas que todos sentem cuirosidade, sentem. E vcs, o que acham?

Primeiros Erros

Meu caminho é cada manhã
Não procure saber onde estou
Meu destino não é de ninguém
E eu não deixo os meus passos no chão
Se você não entende não vê
Se não me vê não entende

Não procure saber onde estou
Se o meu jeito te surpreende
Se o meu corpo virasse sol
Se minha mente virasse sol
Mas só chove e chove
Chove e chove

Se um dia eu pudesse ver
Meu passado inteiro
E fizesse parar de chover
Nos primeiros erros
Meu corpo viraria sol
Minha mente viraria
Mas só chove e chove
Chove e chove

Beijo!

sexta-feira, março 30, 2007

Só pra desabafar

Olá amigos!


Esses dias não tenho andado muito bem, não! Sinto um vazio, uma dor no peito. Sem tamanho! E o pior de tudo é ter que aguentar sem poder comentar com alguém. Eu sei que uma boa parte desse mal estar se deve ao acúmulo de serviço que estou. Pois, não tenho tido tempo de viver essa outra vida minha: a virtual. Que é tudo o que eu realmente gostaria de viver na realidade. Poder ser eu mesmo diante de todos os que me conhecem, que me rodeiam. Sinto um desânimo danado, mas tenho que tirar forças não sei de onde pra poder viver a vida que a sociedade impõem que a gente viva! Outra parte, sei que é ansiedade pras férias que estou programando para começar a partir do dia nove...mas, pra isso tenho que dar conta de todo o serviço até hoje, no máximo até semana que vem! E o restante, eu estive analisando, eu sinto falta de ter um contato mais próximo com um homem, como amigo mesmo, viu? rs Acho que só isso me satisfazeria. Eu me sentia muito bem na época da faculdade, quando vivia rodeado de amigos "me explorando" pra ensinar as matérias a eles. Depois no serviço tinha o R. E, agora, estou realmente só. rs Conto apenas com vcs! Alíás, isso é outra coisa que me apavora: sinto muito medo de que esse distanciamento do blog por conta da falta de tempo, venha a me distanciar dos amigos blogueiros. Eu sinto que aqui é uma troca de pensamentos... e se eu não retribuir, tipo com visitas e comentários nos blogs vizinhos, não terei vistias aqui tb! Eu fico preocupado com isso! rs Às vezes penso que isso é paranóia minha, mas me preocupo sim!

Ah! Só dei uma animadinha ontém, quando encontrei com o S. (o japa) e ele me deu um abraço e em seguida apertou meus dois mamilos tirando sarro que estou gordo! Isso tudo na frente de duas funcionárias! rs
Só que não estou gordo não, viu? É só zueira dele mesmo! hehe Peso 71 kg. rs


Bom é isso! Só pra desabafar um pouquinho!
Grato pelos comentários!

Sonhos de Um palhaço

Vejam só
Que história boba eu tenho pra contar
Quem é que vai querer acreditar
Eu sou palhaço sem querer

Vejam só
Que coisa incrível o meu coração
Todo pintado nessa solidão
Espera a hora de sonhar
Ah, o mundo sempre foi
Um circo sem igual
Onde todos representam o bem e o mal
Onde a farsa de um palhaço é natural

Ah, no palco da ilusão
Pintei meu coração
Entreguei o amor e o sonho sem saber
Que o palhaço pinta o rosto pra viver

Vejam só e há quem diga que o palhaço é
Do grande circo apenas o ladrão
Do coração de uma mulher

Ah, o mundo sempre foi
Um circo sem igual
Onde todos representam o bem e o mal
Onde a farsa de um palhaço é natural

Ah, no palco da ilusão
Pintei meu coração
Entreguei o amor e o sonho sem saber
Que o palhaço pinta o rosto pra viver

Vejam só
E há quem diga que o palhaço é
Do grande circo apenas o ladrão
Do coração de uma mulher


Beijo!

sábado, março 24, 2007

Um homem solitário


Oi...

No desterro do coração
Vi um homem só, sob o sol
Que andava a procura da sorte
Na estrada que escolheu
No deserto do seu olhar
Quantos sonhos vão se esconder
Mas agora ele só se entendia
Com as feras nos covis
Tudo que queria então
Era caminhar sob o sol
Esquecer o amargo do dia
E a sorte que sonhou ter
Andar nas constelações esquecidas
Pensar nos perdidos amores
Tão errantes quanto ele
Sem sinal de redenção
E a quando a noite vem
Trazendo a solidão
É sua senha pra seguir
(Skank)

terça-feira, março 20, 2007

Você me vira a cabeça!

Olá amigos!

Eu já vou pedindo desculpas pela ausência! rs Não tenho visitado o blog de todos vcs por conta da falta de tempo que me assola! hehe Pensa em alguém que está sem tempo até para respirar! Eu!

Passando aqui, então, só par atualizar e dizer que ando nostálgico ainda! E pra piorar as coisas, quem me aparece aqui na empresa hoje? O R. É sempre assim, quando estou começando a achar que estou esquecendo ele aparece! Parece que faz de propósito! Lindo como sempre contando do seu emprego novo, e me convidando para ir até a casa dele qualquer hora!

Vcoê me Vira a Cabeça
Você me vira a cabeça
Me tira do sério
Destrói os planos que um dia eu fiz pra mim
Me faz pensar porque que a vida é assim
Eu sempre vou e volto pros teus braços
Você não me quer de verdade
No fundo eu sou sua vaidade
Eu vivo seguindo teus passos
Eu sempre estou presa em teus laços
É so você chamar
Que eu vou
Porque você não vai embora de vez
Porque não me liberta dessa paixão
Porque
Porque você não diz que não me quer mais
Porque não deixa livre o meu coração

Mas tem que me prender
Tem que seduzir
Só pra me deixar louca por você
Só pra ter alguém
Que vive sempre ao seu dispor
Por um segundo de amor


Beijo!

sexta-feira, março 16, 2007

Sem tempo, sem ânimo, sem assunto!

Olá!

Nossa... estou totalmente sem tempo e conseqüentemente cansado e desanimado! AFF

Bom... por falta de tempo mesmo nem muito o que escrever. Estou vivendo para o trabalho e tratamento de saúde... só isso!

Mas... essa semana eu consegui fazer uma coisa... simples... mas morria de vontade de fazer. rs Em forma de brincadeira, claro! É o seguinte: eu fui tomar um cafezinho e lá estava o S. (japa) sentado num sofá. Então, ao passar por ele passei a mão no cabelo dele! rs Simples assim... de brincadeira, mas tinha muita vontade de fazer isso! hehe

É isso só que tenho pra dizer! Meio sem assunto! rs

Então deixo esta foto aqui... do mais gato BB. rs Bruno.



Vcs já devem ter visto, claro! Mas não podia deixar de por uma imagem desta aqui no blog, né? rs

Beijo!

segunda-feira, março 12, 2007

É difícil

Olá amigos!

E a saudade persiste! O duro é vc ter saudade daquilo que vc nunca vivenciou, nunca sentiu! É estranho, mas existe isto! Eu sinto isto! Uma saudade daquilo que ainda não vivi! Exemplo é o sonho que tive com o R. Ele me abraçando. Na realidade isto nunca aconteceu... não do jeito do sonho, pois os abraços que ele me dava eram sempre superficiais. E o do sonho foi tão aconchegante! E vocês não vão acreditar no que aconteceu no dia em que sonhei com ele. Advinhem! Ele esteve aqui na emrpesa! Claro, não houve o abraço... mas o vi, pelo menos, né? rs

Hoje, matei um pouco da saudade de uma pessoinha que quase me mata com seus sumiços! rs Não é sr. Victor? hehe

Bom... um texto que encontrei e achei bacana!

É difícil
É difícil fazer alguém feliz,assim como é fácil fazer triste.
É difícil dizer eu te amo, assim como é fácil não dizer nada.
É difícil valorizar um amor, assim como é fácil perde-lo pra sempre.
É difícil agradecer por hoje, assim como é fácil viver mais um dia.
É difícil se convencer de que se é feliz, assim como é fácil achar que sempre falta algo.
É difícil fazer alguém sorrir, Assim como é fácil fazer chorar.
É difícil se pôr no lugar de alguém, assim como é fácil olhar para o próprio umbigo
Se você errou, peça desculpas...
É difícil pedir perdão? mas quem disse que é fácil ser perdoado?!
Se você sente algo, diga...
É difícil se abrir?mas quem disse que é fácil encontrar alguém que queira escutar?!
Se alguém reclama de você, ouça...
É difícil ouvir certas coisas?Mas quem disse que é fácil ouvir você?!
Se alguém te ama, ame-o
É difícil se entregar?
mas quem disse que é fácil ser feliz?!
nem tudo é fácil na vida...
mas com certeza, nada é impossível...
precisamos acreditar, ter fé e lutar para que não apenas sonhemos,mas também tornaremos todos nossos sonhos, em realidade!!!


não tenha medo de ser feliz...

quinta-feira, março 08, 2007

Simplesmente com saudade...



Olá!

Olha... eu também fiquei meio indeciso, ao ler o texto a primeira vez, tentando entender se ele apoiava ou condenava. Mas, relendo, eu cheguei à seguinte conclusão, que é a que muitos deixaram nos comentários: Basicamente, então, o texto diz que é para viver o amor..."O rabino, Jesus de Nazaré, veio encarnado a 2000 anos atrás para nos mostrar e ensinar as variadas formas de expressar o Amor" seja a Deus, ao proximo ou a si mesmo. Perdoando, praticando o bem, a simplicidade e a humildade! Contudo, eu entendi que eles não condenam, assim como não aceitam, mas compreender a forma de ser do homossexual, desde que seja involuntário e não um vício (se é que existe isso!).

Hoje, estou melhor de saúde, depois de dias com febre alta, sem motivo aparente. Do jeito que veio, foi-se. Melhor assim, né? Porém, estou meio baixo astral. Acredito que seja saudade. Ontém, ao me deitar, sentia um vazio no peito que não conseguia entender... e parece nunca ter sentido tão forte assim! Quando de madrugada, tenho um sonho... advinhem com quem? Com o R. Sonhei que encontrei ele na rua. Ele estava empurrando uma bicicleta e eu passei de carro. Parei na hora e... pulei no pescoço dele, dando um abraço... ele correspondia com o abraço, alegre... ah! que abraço! Acho que nunca recebi um assim na realidade! E, apesar de ser em sonho, parecia tão real! Mas, acordei logo depois do abraço! E agora fico aqui, lembrando do sonho e a saudade aumentando! rs Droga! Apesar de eu gostar dele como homem, ele era meu melhor amigo aqui na empresa! Vcs devem lembrar: não íamos tomar um café sem um chamar o outro!


Mudando de R pra M, aqui vai um texto do M. para um amigo. Veja como é fofo! rs Quem não quer um homem desses?

Hj no msn...conversando com um amigo meu... começamos a falar de passado!
Ele é do tipo "desiludido" sabe?! Do tipo que trai e nao ta nem ai...
e isso é o maior motivo de brigas minhas com ele...pq ele adora reclamar q ninguem quer ele sério...que ninguem leva ele a sério...mas ELE tbm nao respeita! (falo mesmo!)
Ai ele vira pra mim e fala q eu sou "burro"! Pq qdo eu to com alguem eu me entrego demais...me apaixono demais...e depois sofro demais tbm...
Que no final as pessoas me traem...eu fico sendo fiel e só me ferro.
Tá! Isso é parcialmente verdade...faço tudo isso mesmo.
Tive 4 namoros q considero...1 menina (1 ano e meio), 1º menino (2 anos) e outros dois de 5 meses cada.
Eu posso dizer q nunca trai meus namorados! Nem uma vez, mesmo ja tendo sido traido...
Burrice?! Talvez... Mas antes ser assim do que nao levar nada a sério...
Vejo tanta gente (VOCE MESMO POR EXEMPLO) que passa a vida toda sem se deixar apaixonar com MEDO de sofrer depois! Se eu sou burro...o sr. é covarde! rs
Como diz a musica da ana carolina "ha tantos que vivem sem viver um grande amor".
Eu prefiro viver intensamente! E levar todo mundo a sério...me apaixonar mesmo!
Pq um dia alguem vai me levar a sério tbm! Um dia a beleza acaba...o sexo nao vai mais ocupar 90% dos pensamentos do seu dia. E oq vai contar mesmo é o companherismo! A amizade e principalmente o amor q duas pessoas podem construir! Ja o sr. se nao tomar cuidado e nao mudar...pode chegar mais pra frente e se ver sozinho. Ja falei...cuidado. hunff
(meu pai conheceu minha mae com 14 anos...e estao juntos até hj. a quase 40 anos...e sao felizes)
Ja falei...faz oq tem q fazer qdo esta solteiro...qdo arrumar alguem q te de valor...
DE VALOR TBM! hunff (ou nao reclama comigo depois!)
Carente todo mundo fica! Mesmo namorando. Vc tem q saber lidar com isso. TOMA JUÍZO! Aprende com seus erros!


Beijo! Até!

segunda-feira, março 05, 2007

Espiritismo X Homossexualidade

Um texto interessante que fala sobre a homossexualidade no Espiritismo. É meio grande, mas vale a pena ler!


Toda paixão que aproxima o homem da natureza animal o distancia da natureza espiritual.Paixão é todo excesso, abuso da vontade.O homem poderia sempre vencer suas más tendências pelos seus próprios esforços, porém é a vontade que lhe falta.O meio mais eficaz de se combater a predominância da natureza corporal sobre a espiritual é praticando a abnegação de si mesmo.(o livro dos espíritos, questões:908,909 e 912).Tudo me é permitido, mas nem tudo me é lícito; nem tudo me convém.(Paulo, cap.5,v:12). Homossexualidade. Obrigado Pai celestial, obrigado Jesus – governador deste orbe. É gratificante e consolador entender a justiça divina realizada através do processo das vidas sucessivas – a reencarnação. O rabino, Jesus de Nazaré, veio encarnado a 2000 anos atrás para nos mostrar e ensinar as variadas formas de expressar o Amor a Deus e ao próximo como a nós mesmos, perdoando a seus algozes; testemunhando a doçura, a simplicidade, a humildade, a abnegação. No terceiro dia após o drama do calvário, ressuscitou (reapareceu, ressurgiu) do sepulcro, dessa vez em espírito para nos deixar uma prova viva e incontestável da imortalidade da alma; testemunhou assim o prosseguimento da vida após a morte da carne. Dou graças por isso. Só assim podemos hoje, com estudo, observação isenta de paixões e análise da razão ter respostas para tantas perguntas que num pretérito recente ficavam à mercê da maledicência, do pré-conceito, do fanatismo. O homossexualismo foi durante muito tempo criticado, subjugado, atropelado, vitimado, espoliado por paixão vil – por temperamentos irresponsável, humilhado por todos inclusive por seus familiares mais próximos como Pai e Mãe. Hoje, com estudo e prática vivenciada no Cristianismo puro e entendimentos clareados pela Doutrina Espírita, temos a alegria de ensejar novos panoramas para esses nossos irmãozinhos reencarnados que trazem em seu perispírito (corpo espiritual)marcas a serem clareadas com o cumprimento da lei de causa e efeito, ação e reação, de um passado recente. Deus é o organismo do qual o homem é célula, daí o porquê de amá-lo sobre todas as coisas, pois, sem Ele, a humanidade não existiria. Se no homem Ele está, então faz sentido amar a si mesmo, bem como ao próximo, já que nele Deus também está. O homossexualismo é, antes de tudo, um efeito, não uma causa. É alguém que se encontra despolarizado, desajustado entre seu eu psicológico ( mental ) e seu eu físico ( biológico, orgânico). Morfologicamente é um homem ; psicologicamente sente-se mulher; ou, morfologicamente é uma mulher , psicologicamente (mentalmente) sente-se homem. As raízes da sexualidade residem na alma, ainda que se evidencie a contribuição genética atuando no corpo físico. Há casos que não envolvem uma despolarização entre mente e físico (chamado Inversão psicológica ), é o caso, por exemplo, dos homossexuais viciados que se comprazem nisso por mera viciação devido a experiências na adolescência ou mesmo na idade adulta, seguindo um comportamento ansioso por novas sensações, obcecado pelo prazer sexual; há homens envolvidos com o homossexualismo viciado que são másculos; há lésbicas que são extremamente femininas. A pior situação é, sem dúvida, a do homossexual viciado, que está comprometendo o futuro, ao fazer sua semeadura pelo bel prazer vicioso. Os homossexuais despolarizados (mente e físico) estão tendo uma colheita de espinhos de acordo com a programação divina, uma vez que não há o “acaso”. Pode ter sido alguém que causou sofrimentos físicos e morais em outras pessoas, enganando-as, iludindo-as, abusando do sexo. O indivíduo, nessa Segunda condição, não deve julgar-se incapacitado para a felicidade, uma vez que depende dele, de seu empenho em enfrentar os desafios da vida; os desvios do sexo costumam vir na esteira do vazio existencial, daí é fundamental mudar a orientação de suas vidas, iniciando-se na prática do bem, buscando valores que , segundo Jesus as traças não roem nem os ladrões roubam. Aos viciados , depende dele, da firmeza de sua decisão, da perseverança nos bons propósitos e, sobretudo, da consciência de que é preciso vencer o vício do homossexualismo , esforçando-se por superá-lo, tanto quanto os fumantes, alcoólatras, toxicômanos , glutões.... , lembrando que a vida sempre cobra pesados impostos sobre os prazeres do vício. Ao travesti (que têm uma inversão psicológica), esse deve e pode canalizar o sexo (energia criadora) manifestada na geração de formas físicas, para as realizações abençoadas no campo da arte, da filosofia e da religião, por exemplo. É o que se denomina “sublimação do impulso sexual”. Em todos os tempos passado e presente, muitos artistas foram grandes solitários, justamente por não aceitarem o relacionamento homossexual para o qual sentiam tendência; voltaram-se inteiramente para a sua arte, realizando seu trabalho, centralizando suas aspirações em torno da produção artística, gerando “filhos” imortais, em gloriosas composições musicais, obras literárias, esculturas e pinturas, que exaltam a beleza e a harmonia. •Preconceito é fundamentado na opinião dos outros; são as raízes de nossa infelicidade e sofrimento neurótico, pois deterioram nossa visão da vida. Gerador de conflitos onde predomina a impiedade, responde pelas guerras destruidoras, nas quais os povos e as nações se atiram uns contra os outros devorados pela volúpia da alucinação ; dividindo as pessoas e classificando-as sob padrões que as chancelam, a umas engrandecendo e a outras estigmatizando indevidamente; o preconceito racial , político, social, religioso, tem levado gerações volumosas à miséria, ao degredo, à morte infamante. Ninguém é no todo exatamente aquilo que dele pensamos ou sentimos. Relações mudam, quando mudamos o foco que temos sobre aqueles de nossa convivência, que são diferentes de nós. “Julgamentos definitivos excluem as possibilidades da fraternidade “ Evidentemente não somos obrigados a ser coniventes com as atitudes do próximo, no entanto, os desafios da convivência apelam para a reavaliação de nossas análises quando em relação aos nossos irmãos, no dia-a-dia. Podemos não deixar de ajuizar e pensar, sobre a maneira e, sobre as atitudes escolhidas por alguém de nosso convívio, mas devemos conduzir-nos à postura de predisposição ao convívio fraternal nas bases do amor ao próximo, da tolerância, do perdão e do entendimento, tanto quanto possível. Como podemos apressar em emitir acusações sobre o próximo se nem a nós mesmos conhecemos com exatidão? Esse automatismo milenar faz-nos, na maioria das vezes, a reduzir o conceito de valor do “ Outro “ , porque assim , equivocadamente sentimos ser melhores que eles, seu superior , o todo poderoso , o verdadeiro egocêntrico ( centrado em si mesmo ; nada vê em sua volta). Algumas vezes, não poucas, deparamo-nos com uma situação de “Projeção de auto-repulsão”, recriminando no “Outro” o que não aceitamos em nós. Nos momentos difíceis de nossa caminhada terrestre, em constante vigília, saibamos exercitar o Amor em todas suas formas; compaixão, indulgência, misericórdia, perdão, humildade, simplicidade, paciência, tolerância, abdicação, fraternidade, caridade, para com todos nossos irmãos; não sejamos iguais aos túmulos caiados : brancos e limpos por fora ; sujos e podres por dentro . Sejamos todos, e sempre, praticantes silenciosos de atos e verbos que determinem a verdadeira caridade e o amor universal. Jesus de Nazaré demonstrou ser plenamente imune a qualquer influência alheia quanto a seus sentimentos e sentidos de vida, revelando isso em várias ocorrências de seu messiado terreno. Em verdade, Cristo veio para os doentes que têm a coragem de reconhecer-se como tais; não veio para os sãos, ou para aqueles que se mascaram. O Mestre não pode fazer a nossa parte, por mais poderoso que seja. “Quem quiser vir após mim que tome a sua cruz e siga-me”. A salvação é um processo dinâmico, exige esforço e cooperação; não poderia ser uma dádiva gratuita, imposta de fora para dentro da alma humana. Todo aquele que amar, será salvo